O cultivo do cacau

O cacaueiro (Theobroma Cacao) cresce em clima tropical úmido, em latitudes de +20° a -20° em torno da linha do equador, faixa conhecida por alguns como “cinturão do cacau”. É uma planta de origem americana, que pode viver mais de 100 anos e atingir até 12 metros de altura. Talvez a maior singularidade do cacaueiro esteja no fato de precisar da proteção de outras grandes árvores: proteção contra o vento, e contra a insolação intensa. Pessoas comuns, ao sobrevoar plantações de cacau, podem confundir tudo com uma grande floresta. Cultivar o cacau é sinônimo de respeitar o meio-ambiente, de preservar grandes árvores da mata nativa. Não existe cultura semelhante!
O cacaueiro tem folhas longas que nascem avermelhadas e logo ficam de um verde intenso, medindo até 30 cm. Seus frutos também podem medir até 30 cm de comprimento, apresentando coloração verde, vermelha ou amarronzada, cores que tendem ao amarelo, quando amadurecidos. No interior do fruto são encontradas de 20 a 50 sementes recobertas por uma polpa branca e adocicada, fixadas e uma placenta com as mesmas características. A flor do cacau tem 5 pétalas e é polinizada por pequenos insetos, ao longo de todo o ano. Entre a polinização e o amadurecimento do fruto decorrem cerca de 180 dias.
Considera-se que existem três variedades de cacaueiros:
  • Criollo: A palavra significa “hispanoamericano, nativo” em espanhol e foi a primeira variedade cultivada nos territórios onde hoje estão Honduras, Costa Rica e México, pelos povos da chamada mesoamérica (Olmecs, Mayas, Toltecas e Astecas). Também cultivado na América Central e no norte da América do Sul. Suas amêndoas são grandes e de coloração clara ou rosácea, de baixa acidez e pouco sabor amargo. Foi considerada a mais nobre das variedades de cacau, mas é pouco produtiva e muito sensível a doenças. Atualmente responde por cerca de 5% da produção mundial de cacau.
  • Forastero: É o cacau que tem origem na bacia amazônica. Tem amêndoas achatadas de cor violeta, de média acidez. Considerado um cacau produtivo e resistente a doenças. Responde atualmente por cerca de 80% da produção mundial, e é cultivado especialmente na África e no Brasil. Tem frutos amelonados, e algumas sub-espécies produzem cacau de excelente qualidade.
  • Trinitário: É um cacau híbrido, resultado do cruzamento das duas outras variedades, reunindo as características de ambas. Foi criado em Trinidad, após 1727, quando plantações de cacau Criollo foram destruídas por ciclones e tempestades. Trinta anos depois monges capuchinhos teriam trazido e plantado mudas de Forastero, que terminaram por cruzar com remanescentes de Criollo. Tem excelente qualidade, e reponde hoje por cerca de 15% da produção mundial.

Produção e consumo de cacau no mundo atingem cerca de 3,6 milhões de toneladas, constando da Tabela ao lado os maiores produtores, segundo a International Cocoa Organization (safra 2007/8 a 2009/2010).


  •  





































http://planetacacau.com.br/o-cacau/apresentacao.php

Comentários

Postagens mais visitadas